Ir para o conteúdo

Prefeitura de Divinópolis e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Divinópolis
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
DEZ
27
27 DEZ 2022
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
Semdes informa levantamento dos valores da cesta básica em Divinópolis
enviar para um amigo
receba notícias
A Prefeitura de Divinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento econômico Sustentável e Turismo (Semdes), informa o aumento do preço de produtos que compõem a cesta básica de alimentos. Este é o 4º mês consecutivo que os produtos registram alta.

De acordo com pesquisa realizada pelo Núcleo de Estudos e pesquisas Econômico-sociais (Nepes), da Faculdade UNA Divinópolis, em novembro, o custo médio da cesta básica de alimentos na cidade apresentou alta de 5,92% em relação a outubro, atingindo o valor de R$ 637,52. Em outubro o valor era de R$ 601,91. 

Segundo o Nepes, na comparação de 12 meses, ou seja, entre dezembro de 2021 e novembro de 2022, o conjunto de alimentos considerados essenciais acumula alta de 21,4%. No acumulado do ano, ou seja, entre janeiro a novembro, a cesta básica de alimentos apresentou uma variação de 18,9%.

De acordo com o coordenador da pesquisa, professor Wagner Almeida, o preço médio do quilo da carne bovina de primeira teve uma elevação. “Sabemos que a carne corresponde a 36,3% da composição da cesta básica. Com isso, em novembro vimos um aumento de 2,33% nesse valor médio, em relação a outubro. Além disso, em 12 meses, ou seja, de dezembro de 2021 a novembro de 2022, o quilo da carne bovina de primeira apresentou alta de 9,8% em Divinópolis”, explicou.

Wagner ainda menciona que em novembro, dos 13 itens que compõe a cesta básica, além da carne, 10 tiveram aumento nos preços médios na comparação com o mês anterior, sendo eles: tomate (56,82%), banana (14,02%), feijão (10,38%), óleo (8,43%), farinha (7,96%), manteiga (4,74%), açúcar (4,66%), batata (4,36%), arroz (3,31%) e café (2,41%). Ele ainda ressalta que no caso do tomate, o motivo deve-se a menor oferta por causa do fim dos frutos na safra de inverno.

Os itens que apresentaram redução no mês de novembro foram o pão-francês (11,29%) e o leite (3,11%). Segundo o professor e coordenador da pesquisa, no caso do leite, o enfraquecimento da demanda diante dos altos patamares de preço e a maior oferta de leite no campo explicaram as retrações no mês.
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia