Ir para o conteúdo

Prefeitura de Divinópolis e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Divinópolis
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAR
16
16 MAR 2021
SAÚDE
Unidades de ESF promovem Campanha Março Lilás

O câncer de colo uterino é o terceiro tipo de câncer mais frequente entre as mulheres. Desta forma, com o intuito de conscientizar as assistidas, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Diretoria de Atenção Primária, iniciou a campanha de prevenção Março Lilás.
 
 As Unidades de Estratégias da Saúde da Família (ESF) do bairro Nilda Barros, ESF Maria Lúcia Gregório e Centro de Saúde Bom Pastor, estão realizando ações alertando sobre a importância de exames periódicos de prevenção ao câncer de colo de útero.
 
Na ESF Nilda Barros, cartazes foram anexados na unidade alertando as mulheres sobre a prevenção ao câncer de colo de útero e panfletos com informações sobre os cuidados foram distribuídos. Além disso, a equipe entregou vários kits com fio dental, escova e pasta de dente. 
 
A ESF Maria Lúcia Gregório, localizada no bairro Terra Azul, fez um painel informativo de prevenção ao câncer. A unidade é pioneira na inserção do Dispositivo Intrauterino (DIU) no município. Durante as consultas, folders informativos são entregues para as mulheres. 
 
O Centro de Saúde do Bom Pastor, também aderiu à campanha. Na entrada da unidade, cartazes, frases e orientações sobre o câncer de colo de útero foram expostos para o público. Na sala de espera, a equipe de enfermagem orienta as pacientes, de forma oral, sobre a Saúde da Mulher e a importância do preventivo. 
 
 O câncer é causado por uma infecção do papilomavírus humano (HPV) e as principais causas do desenvolvimento da doença são: início precoce das atividades sexuais, histórico de verrugas genitais, múltiplos parceiros e tabagismo. Durante as relações sexuais, o uso de preservativo é indispensável para diminuir o risco de transmissão, que também pode acontecer durante o parto. 
 
 Atualmente, a vacina contra o HPV já é oferecida para a população. Meninas de 9 a 14, meninos de 11 a 14 anos, pessoas com HIV e transplantados, ou seja, pessoas que já fizeram algum tipo de transplante, entre 9 a 26 anos. 

Seta
Versão do Sistema: 3.1.5 - 04/10/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia