Ir para o conteúdo

Prefeitura de Divinópolis e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Divinópolis
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
ABR
05
05 ABR 2021
SAÚDE
Prefeitura alerta para Alto Risco de Epidemia de Dengue
enviar para um amigo
receba notícias

A Prefeitura de Divinópolis alerta toda população para o alto risco de epidemia de dengue no município. Esta situação foi levantada pelo último Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), realizado no período de 8 a 12 de março e divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

Neste LIRAa foram visitados 4.916 imóveis, em 165 bairros e, de acordo com o relatório, índice de infestação no município está em 7,52%, o que significa alto risco de epidemia de dengue. Segundo o levantamento, 91% dos focos estão nas residências e 9%, nos lotes vagos.

O LIRAa é uma pesquisa para detectar a presença de criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da febre amarela, da chikungunya e do zika vírus. Para combater a infestação, a Vigilância Ambiental realizou vários mutirões de limpeza, entretanto, sem o apoio intenso da população, esse controle não é possível. É fundamental que cada cidadão cuide de sua propriedade, que elimine recipientes que acumulem água parada, verifiquem ralos e intensifiquem a limpeza em bebedouros de animais e eliminem os pratos de vasos de plantas.

Na região Norte, da qual fazem parte os bairros Candelária, Serra Verde, Alvorada; o índice de infestação está em 12,9%. A região Nordeste, que é composta por bairros como Manoel Valinhas, Niterói, São Luis; o índice está em 10%.  Na Sudeste, região dos bairros Interlagos, Nações, Dona Rosa; índice de infestação é 8,3%.

Na região Central esse índice está em 6,8%. A região Sudoeste, da qual fazem parte o São José, Belvedere, São Judas; o índice de infestação está em 4,7%. Na região Oeste, a única do município que está com risco médio de infestação, situação de alerta, o índice está em 3,6%. Fazem parte desta região os bairros Ipiranga, São Roque e Tietê.  

Em relação aos tipos de recipientes que acumulam água e onde foram encontrados focos, estão os passíveis de remoção, como baldes, garrafas, pneus, entre outros; os depósitos móveis, como pratos e vasos de plantas; os locais de armazenamento de água, como tanques e caixas d’água; e os depósitos, como ralos, caixas de passagem e fonte ornamental.

 

Seta
Versão do Sistema: 3.2.5 - 03/08/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia