Ir para o conteúdo

Prefeitura de Divinópolis e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Divinópolis
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
15
15 FEV 2024
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
TURISMO
Prefeitura divulga orientações sobre Declaração de Imposto Retido
enviar para um amigo
receba notícias
Qualquer pessoa que tenha feito pagamentos onde houve tributação direto na fonte deve emitir a Dirf, a fim de evitar sonegação fiscal

A Prefeitura de Divinópolis, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo (Semdes), divulga as orientações fornecidas pelo Sindicato do Comércio Varejista de Divinópolis (SinComércio), a respeito do prazo para a última entrega da Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (Dirf) 2024. 

A declaração deve ser entregue até o dia 29 de fevereiro e quem perder a data, estará sujeito a multas. A Dirf é emitida pela fonte pagadora, que pode ser pessoa física ou empresa e tem como finalidade informar à Receita Federal os valores de imposto de renda e outras contribuições que foram retidos com pagamentos a terceiros.

O envio é realizado no Programa Gerador da DIRF (PGD), da Receita Federal, disponível gratuitamente no portal online da Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil - https://www.gov.br/pt-br/servicos/declarar-imposto-de-renda-retido-na-fonte . Quem perder o prazo estará sujeito a multas de, no mínimo, R$ 200. O empregador também pode cair na malha fina da Receita Federal.

Na categoria “com retenção do IR”, devem declarar as pessoas físicas e jurídicas que retiveram o imposto de renda em razão de pagamentos ou créditos de rendimentos, como empreendedores individuais, condomínios residenciais, empresas públicas e empresas privadas com sede no Brasil.

Na categoria “sem retenção”, estão obrigadas a emitir as empresas que não retiveram o imposto de renda, mas ainda assim devem declarar, como candidatos a cargos eletivos, incluindo vices e suplentes; pessoas residentes no país que fizeram pagamentos, créditos e remessas no exterior, referentes a diversos tipos de transações, como arrendamentos, aluguéis, fretes e outros.

Esta é a última entrega da Dirf, já que vai entrar em funcionamento a Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais (EFD-Reinf). Com a EFD-Reinf, as informações serão trabalhadas de forma integrada com o eSocial e a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais Previdenciários e de Outras Entidades e Fundos (DCTFWeb).
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia