CATEGORIA : Governo
Prefeitura se reúne com Copasa e Polícia Militar sobre crimes em bases de abastecimento  

10/09/2021 às 18:08:00

Na última quarta-feira (8/9), foi realizada uma reunião no Centro Administrativo da Prefeitura de Divinópolis, para tratar de ações de enfrentamento à roubos e furtos em bases da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa).
 
 
A iniciativa desta ação partiu da Administração Municipal, por meio do assessor especial do Governo, Fernando Henrique, por meio de ofícios expedidos à Copasa e a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) para levantar recursos para a segurança privada do local, além da prevenção e combate aos crimes cometidos nestes locais, prejudicando o abastecimento de água na cidade.
 
 
De acordo com o assessor, Fernando Henrique, “é importante que Polícia Militar empenhe esforços para prevenir os furtos, e a Copasa empenhe recursos na segurança privada no local, para que tais furtos sejam minimizados e que o abastecimento de água na cidade não seja mais interrompido”.
 
 
Participaram da reunião o prefeito Gleidson Azevedo; o secretário de Trânsito, Segurança Pública e Mobilidade Urbana, Lucas Estevam; o vereador e presidente da Comissão de Segurança Pública de Divinópolis, Eduardo Azevedo; o comandante do 23° Batalhão de Polícia Militar, Tenente Coronel Erlando Ferreira da Silva; o comandante da 7ª Região de Polícia Militar, Coronel Wemerson Limo Pimenta; o superintendente da Copasa, João Martins Neto; e demais autoridades de governo, segurança e de abastecimento de água.
 
 
Nesta reunião, foram levantadas informações sobre furtos e roubos à base da Copasa, identificando os locais dos crimes, os locais mais vulneráveis, além de apontar medidas a serem realizadas por todos os órgãos envolvidos, como por exemplo, a substituição de fios de cobre para fios de alumínio, o que diminui os furtos, pois o alumínio tem menos valor em relação ao cobre, o que desestimula os roubos para a revenda destes materiais.
 
 
No mês de novembro, será realizado um novo encontro entre Prefeitura, Copasa e Polícia Militar para a realização de diagnóstico sobre as diretrizes desta reunião.