Prefeitura notifica Arsae sobre problema no abastecimento de água em Divinópolis

Publicado em:   20-03-2013

Obras,

Créditos: Samuel do Valle
Prefeitura notifica Arsae sobre problema no abastecimento de água em Divinópolis

O prefeito Vladimir Azevedo apresentou na tarde desta terça-feira (19/03) uma notificação a direção da Agência Reguladora do Serviço de Água e Esgoto (Arsae) na Cidade Administrativa em Belo Horizonte. O documento solicita de forma direta, providências cabíveis junto a Copasa no que se refere à regularização do abastecimento de água em Divinópolis.

Durante o encontro foram mencionadas as constantes ocorrências sobre a falta d’água com uma freqüência relativamente alta. “Tivemos que tomar essa atitude, tendo em vista que mesmo conseguindo os recursos para fazer o investimento necessário para o bom abastecimento na cidade, até que essas obras fiquem prontas, nós não podemos continuar assistindo as várias regiões da cidade sendo prejudicadas. Estamos notificando a Arsae para que some conosco, no seu papel de agência reguladora e fiscalizadora, junto a Copasa para que ela tenha sempre um plano de emergência bem equacionado e estruturado, até que as obras fiquem prontas”, garantiu Vladimir Azevedo.

O diretor geral da entidade, Antônio Caram Filho, afirmou que o contrato feito entre o Município de Divinópolis e a empresa prestadora do serviço, serve como modelo. “A atitude do prefeito Vladimir vai de encontro aos interesses daquelas pessoas que sofrem com o problema do abastecimento que não está a contento. Vimos aqui várias situações inclusive com registro pela imprensa e vamos a partir desta notificação exercer o papel da Agência Reguladora”, confirmou.

Já Rodrigo Polizzi, coordenador de regulação, garantiu uma fiscalização com o objetivo de resolver a questão das ocorrências da falta d’água. “Estamos assumindo um compromisso com o prefeito Vladimir que estaremos na cidade na semana do dia dois ao dia cinco de abril. Queremos ver de perto o que tem ocasionado tantos registros de falta d’agua. Posso garantir a população da cidade que vamos à Estação de Tratamento de Água, e até percorrer algumas regiões mais afetadas”, resumiu.

A direção da Arsae confirmou que é necessário tomar conhecimento mais pormenorizado da situação. “São reclamações que nos chegam pelo prefeito e que mostram uma deficiência no abastecimento, e que necessitam que sejam tomadas providências urgentes no sentido de sanar esses problemas de maneira mais rápida possível”, explicou o diretor Hubert Brant Moraes.

Nesta quarta-feira, (20/03), o prefeito Vladimir Azevedo entrega uma notificação sobre o problema da falta d’água na cidade ao Ministério Público. O encontro com os promotores está previsto para as 18horas, na sede do MP.

InicialVoltar